Os princípios do Método Pilates

A Base Para Todos os Exercícios

Nada no método Pilates é por acaso. “The Art of Contrology” (A Arte da Contrologia), como Joseph Pilates chamava o seu método, é baseado em 6 princípios: Controle, centralização, concentração, precisão, respiração e fluidez. Nas próximas postagens, vamos abordar cada um desses princípios tão importantes.

1 – CONTROLE

O método Pilates é baseado na idéia do controle muscular. Pois, trabalhar com controle é prestar atenção aos detalhes do movimento, garantindo o melhor recrutamento da musculatura desejada. Nenhuma parte do corpo é esquecida durante a prática. É preciso estar presente e consciente do que se está fazendo. Todos os exercícios foram criados para o que a ativação muscular seja capaz de controlar o corpo contra a gravidade, contra a resistência das molas e nos aparelhos utilizados. Joseph dizia que o método Pilates ensina você a estar no controle do seu corpo e não o contrário.

Parece que esse assunto nunca esteve tão atual. Pois na correria do dia-a-dia acabamos tendo cada vez menos tempo para nós mesmos, ou seja, cuidar do corpo, da mente, do espírito; manter tudo equilibrado. No entanto, pode ser que a palavra CONTROLE assuste um pouco, parecendo querer dizer opressão, autoridade, poder sobre alguém ou algo. Mas, após alguns anos de prática de Pilates e como instrutora do Método, hoje, talvez, eu compreenda melhor o que Joseph queria dizer com este princípio: controle é ter domínio da própria vontade, dos próprios movimentos; autocontrole, equilíbrio; e eu diria mais, esse controle seria a tal CONSCIÊNCIA, ter consciência do seu corpo, dos seus movimentos e de tudo o que ele é capaz de fazer; estar consciente do momento presente: você, seu corpo, mente e espírito.

Escrito por: Gloria Menz (Fisioterapeuta)

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Fechar Menu